Há anos venho estudando o comportamento da mulher nos tempos atuais. Este espaço destina-se a analisar os reflexos (positivos e negativos) decorrentes do movimento feminista, através de textos escritos por mim e outros autores.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

PARADIGMA: UM MODELO A SER SEGUIDO (parte 2)

Nos primórdios da civilização o homem saia para caçar e a mulher ficava na caverna cuidando dos filhos e dos afazeres domésticos. Com o passar dos anos esse papel foi se tornando acentuadamente feminino, sendo cada vez mais reforçado.
Quem não conhece a história da Cinderela? A mensagem deste conto de fadas é a seguinte: quanto mais gata borralheira você for, mais chance terá de se dar bem. Ou seja, se você for submissa, comportada, meiga, gentil e nunca se rebelar, a recompensa será encontrar o seu príncipe encantado e ser a dona de um castelo. Porém, na vida real a história é bem diferente. Por causa da submissão, acabamos sendo maltratadas e como não houve a recompensa esperada, acabamos nos rebelando e nos libertando. Doce ilusão! Porque não nos libertamos! Ainda estamos sendo escravas deste paradigma cultural.
Meninas são educadas diferentes dos meninos. Os próprios brinquedos também ajudam a reforçar o papel de “dona de casa” (panelinhas, mini cozinha, tabuinha de passar roupa, etc.). Portanto, por mais que nos rebelemos, inconscientemente, ainda permanecemos na caverna.
Se estamos em busca da libertação precisamos rever este paradigma e deixar de atacar os homens acusando-os de serem os causadores da situação (veja o post “Homens: os grandes vilões" onde fica mais esclarecida a questão).
No post anterior Paulo Tamburro deixou um comentário com mais exemplo de paradigmas instalados e abaixo deixarei um experimento científico elucidando como ele se forma.

Um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula, em cujo centro puseram uma escada e, sobre ela, um cacho de bananas. Quando um macaco subia a escada para apanhar as bananas, os cientistas lançavam um jato de água fria nos que estavam no chão. Depois de certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros o enchiam de pancada. Passado algum tempo, mais nenhum macaco subia a escada, apesar da tentação das bananas.
Então, os cientistas substituíram um dos cinco macacos. A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo rapidamente retirado pelos outros, que lhe bateram. Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não subia mais a escada.
Um segundo foi substituído, e o mesmo ocorreu, tendo o primeiro substituto participado, com entusiasmo, da surra ao novato.
Um terceiro foi trocado, e repetiu-se o fato. Um quarto e, finalmente, o último dos veteranos foi substituído. Os cientistas ficaram, então, com um grupo de cinco macacos que, mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam a bater naquele que tentasse chegar às bananas. Se fosse possível perguntar a algum deles porque batiam em quem tentasse subir a escada, com certeza a resposta seria: "Não sei, as coisas sempre foram assim por aqui..."
(continua...)
"Geisa Machado"

25 comentários:

  1. NOSSA FELICIDADE SÓ DEPENDE DE NOS.
    CADA UM DE NÓS É RESPONSAVEL PELA SUA FELICIDADE E FICAR CULPANDO OS HOMENS TALVEZ SEJA UMA VALVULA DE ESCAPE, QUE FAZ COM QUE NOS ACOMODEMOS A DOR.
    BJOS QUERIDA E LINDOS DIAS DE PAZ PARA TODOS NÓS.

    ResponderExcluir
  2. Que texto maravilhoso, mas o que vem de você que não seja assim, né minha querida?

    Pôxa, ao ler esta parte dos brinquedos, do fogãozinho, panelinhas, e tantos outros que são comercializados para as meninas, nunca fiz esta comparação, nunca parei pra pensar nisso.
    Mas não é que isso tudo no leva realmente de volta às cavernas?

    Quanto ao acusarmos o homem de tudo, assim o fiz quando me separei de meu marido, pra todo mundo eu dizia foi por causa dele ter feito isso e aquilo e aquilo mais.
    Mas um dia minha mãe me disse assim: "Filha, a culpa do final do casamento de vocês não foi só dele, reveja com calma, você também teve participação nesse acontecimento"

    Beijos minha querida, adoro te ler, sempre.

    Se cuide, te gosto muito.

    ResponderExcluir
  3. um da vida e do amor tratado Geisa amada amiga pessoa nossa,ternura tua,me faz ver e sentir voce em pétalas,dancemos sim,a dança da vida!
    toco-te pés teus para aspirar sensibilidade e sensibilidade tua,como se pés teus ,petalas fossem yessssssssssssss!

    te amo pessoa lnida !

    vidaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. Quando leio uma historinha para minha menina costumo mudar o final... Digo: a princesa cresceu, estudou muito, tem um excelente emprego e é feliz com sua familia. rsss

    Triste mesmo... ver uma mulher passar a vida inteira com um homem ´por dependência e pq aprendeu que casamento é para sempre.

    Beijos e estou adorando.

    ResponderExcluir
  5. Amiga!

    essa história dos macacos acontecem tb conosco, somos 'condicionados' né, e isso é horrível...temos sido e agido assim durante anos!

    Cadê que crescemos?
    Cadê que evoluímos?

    Excelente teu post.
    Vou reler!

    Beijos e olha: minha querida 'centésima seguidora'...rs
    Vc abriu caminhos...disparou a coisa por lá, como nunca, menina...vc me trouxe rapidinho mais alguns amigos!

    Coincidência ou não, vc tem uma varinha de condão.
    Ah, isso tem.
    (E rimou!rs)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olha! Compreendo perfeitamente o que dizes! Porém, de acordo com minha ignorância - e não é pouca - a sociedade como tudo nessa condição humana é imperfeita! Existem condicionamentos a que estão sujeitos todos os individuos apenas pelo fato de estarem vivos. Pois, se os animais podem ser facilmente condicionados, também os homens são... E acredito que com o passar dos muitos anos, alguns desses paradigmas vão caindo, pelo muito esforço de determinadas pessoas que buscam um mundo melhor - como tu por exemplo. Assim mesmo, paradigmas e condicionamentos sempre existirão, e nossa vida sempre poderá contar com o brilho das imperfeições... Senão o que seria dos romancistas?

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. GEISA, eu não consigo conter - como diriam os antigos - meu acesso de "frouxos de risos"

    Você é muito engraçada e estas suas argumentações são muito parecidas
    com a do malandro carioca, pois quem vive aqui sabe que o carioca bate e assopra (rsrsrs).

    Eu adoro estes textos femininos libertários, ou não (rsrsrs)que no fim, espremendo bem o suco dos seus argumentos, fica sempre um puxão de orelhas nestas maravilhosas, sublimes, gostosas, insubstituíveis e confusas mulheres, pois afinal quanto mais se explicam mais se complicam (rsrsrs).

    Veja se não é exatamente isso, quando você diz:

    -" Os próprios brinquedos também ajudam a reforçar o papel de “dona de casa” (PANELINHAS, MINI COZINHA, TABUINHA DE PASSAR ROUPA, etc.). Portanto, por mais que nos rebelemos, inconscientemente, ainda permanecemos na CAVERNA".

    Você é maravilhosa GEISA, TABUINHA DE PASSAR ROUPA é tudo que eu precisava para poder rir muito, de preferência com todas as mulheres do mundo, nesta caverna que vocês se encontram.

    Por favor , não dê o enderêço desta caverna , porque aí, nenhum homem vai mais querer trabalhar.(rsrsrs)

    OH, estas mulheres maravilhosas que já andaram todas enroladas com um tal Ponto G que não existe.

    Depois inventaram um tal de Ponto K que ficava acima do Ponto G que nunca existiu, portanto...

    E agora partem para decidir , no tapa, que negócio é esse de paradigama!

    E quando eu estou crente que lá vem cassetada na cabeça dos homens, eis que os culpados deste imbroglio todo, na verdade são a PANELINHAS e porque não falar daquela impertinente MINI COZINHA !!!

    Vocês são muito engraçadas, doces, tenras e é por isso que o meu lado feminino é lésbico.

    E com muita honra!

    GEISA, estou achando formidável você explorar este tema paradigmático, não perco uma postagem, mas em termos de levantamento e busca de fatos que comprovem esta sua corretíssima tese dos paradigams das mulheres, eu devo lembrá-la do imortal Nelson Rodrigues que dizia:

    - Se os fatos não correspondem a minha realidade, então danem-se os FATOS (rsrsrs)

    Obrigado pela sua generosa, costumeira e gentil menção ao meu nome neste seu texto incrível.

    Estar perto de você é o que mais deixaria qualquer homem orgulhoso.

    Estar ao lado de uma mulher é muito melhor que comer Nhá-benta com aquele delicioso recheio de marshmelow.(rsrs)

    Para terminar, GEISA estou mandando para sua caixa-postal 15 panelinhas de plástico anti-tóxico,25 mini cozinhas super incrementadas e 16 tabuinhas de passar roupa.

    Um beijo deste carioca que lhe admira e respeita de forma absoluta.


    PS. Não aceito devolução.(rsrsrsrsrs).

    ResponderExcluir
  8. Olá Geisa.
    Os seus textos são uma maravilha.Essa dos macacos faz-me lembrar um cunhado meu,casou com a minha cunhada, tirou a do trabalho para ela ser mais dependente dele, e a gente procura-lhe porquê,ele responde a minha mãe nunca trabalhou para fora, e a minha avó também não.
    Tirando este caso as coisas estão bem melhores agora.Há a descriminação mais na politica, em cem políticos 90 são homens.

    Um beijinho grande,
    José.

    ResponderExcluir
  9. Selo teu,amada amiga,já brilha entre campos meus de girassois,merci por presença sua em oráculo da ternura ,a quem dedico todo amor de mente e cardíaco meu!

    Viva La Vida!

    ResponderExcluir
  10. Excelente o seu blog, parabéns !

    Obrigada por estarmos juntos. Você vale ouro e, neste momento especial,tem um presente para você em nosso blog. Espero que goste.

    Atenciosamente,

    Raquel

    http://raquelcrusoe.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oie td bem? Nossa, uma correria danada, então menina,o Serginho fez um blog e estava meio perdido,me ligou e pediu uma força. Fiz um texto pra divulgar e ajudá-lo,aí vai!Venho pedir um favor e sinta-se a vontade pra recusar ok?! É para visitar o blog do meu amigo Serginho que está começando na blogosfera, não entende muito bem ainda essa ferramenta.Ele promove um baile todo ano hiper organizado e maravilhoso. Eu já participei e tem outros bailes também. Gostaria que desse essa força e o conhecesse o blog.Muito obrigada e conto com você!
    http://sergiodancingdays.blogspot.com/
    Montão de bjs e abraços amiga, precisamos nos ver sábado a tarde se tiver livre poderia vir para um café.

    ResponderExcluir
  12. Minha querida Geisa, vim fazer uma pequena despedida.
    Estou me afastando um pouco da net, não só do meu Rabiscos, estou precisando de um tempo.
    Saiba que se não me veres por aqui, de coração estarei presente, mas eu volto um dia, espero que seja o mais breve possível.

    Gosto muito de ti.

    Se cuide e obrigada por ser essa pessoa tão linda como você é.
    Beijos mil no teu ♥

    ResponderExcluir
  13. Ah Geisa

    Eu adoro os contos de fadas apesar de não crer mais neles, seria tão bom se fossem reais...
    Quanto a essa prisão de fato é verdade, por vezes vejo as pessoas afirmarem "Eu sempre fui assim e vou morrer assim" E não se perguntam por que sou assim?De onde veio isso?

    Eu mesma não vou negar que também já fui do "sempre fui assim", hoje me abro a novas perspectivas, acredito que só não mude de idéia quem não as tem.

    Mas ainda assim pra mudar de idéia não é qualquer argumento que me convence não rsrsrs

    Nossa e essa dos macacos?Esses cientistas são um máximo hehehe

    milhões de beijos

    ResponderExcluir
  14. Menina,
    Conheci seu blog pelo da Lidi... adorei o que ela citou lá.

    Sobre a questão do modelo... sempre estamos tentando nos enquadrar, de forma consciente ou não. Se pararmos para questionar, muitas coisas que fazemos não nos deixa feliz, mas continuamos neste sentido. O questionamento é algo que deixa as pessoas desconfortável, com a sensação de não se parece com restante das pessoas. Bem, aprendi a me questionar com a terapia. Foi fundamental para mudar alguns costumes que me incomodavam.
    Beijos!!!
    lelê

    ResponderExcluir
  15. Nossa! Adorei o texto, ainda não conheci todo o blog, mas já quis logo comentar...

    Minha vontade é de sair daqui e ir correndo pra casa...quebrar todas as panelinhas da minha filha,,,a nine cozinha e aquelas terríveis miniaturas de produtos de limpeza.

    Vou levar pra ela uma linda Barbie Executiva e o Parque Aquático já prometido,,rsrsrsrs

    Bem, sou nova por aqui. Te encontrei no blog da Bicha Fêmea, que tbm é demais.

    Vou segui-la...
    Um Abraço.

    http://www.omeucaminhar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Um visão ampla da modernidade sem pieguice, sem feminismo radical, mas ao mesmo tempo valorizando a mulher, assim como toda a sociedade na preocupação de fazê-la pensar, de sair da mesmmice, de não ficar em velhas manias.Parabéns.Texto inteligente. Beijos

    ResponderExcluir
  17. Geisa querida,
    é realmente forte e lindo ser mulher mas que é difícil ah...isso é mas vamos em frente. Errando, acertando e porque não tentando ainda que, quando tentamos está implicito que podemos errar ou desistir...e porque não?
    “Nossas dúvidas são traidoras,
    E nos fazem perder o bem que sempre poderíamos ganhar, por medo de tentar.”
    William Shekespeare
    Marcinha

    ResponderExcluir
  18. adorei oa continuação do texto..mas me ver nele foi ruim a bessa..na minha cabeça foi incutida a ideia de que casamento era para sempre. e eu acreditei. sabe que minha mãe me colocou para aprender corte e costura quando eu tinha 11 anos e meio.. triste n[é? odeio costurar. não costuro nem por decreto. joguei minha maquina no lixo..la em jaboticabal..nem gosto de lembrar.. saudade querida..sumiu muito tempo.. beijão

    ResponderExcluir
  19. Geisa Dear
    Saudações
    A vida é sempre luta
    Quem estava no fundo
    Espera chegar ao topo
    Não há paz .. Poderia aumentar
    Não há guerra entre homens e mulheres
    No entanto, há amor e
    Saudações

    ResponderExcluir
  20. Oi! Como sempre sua contribuição para nós é de suma importância.Estou adorando. Como sabe fiz o arquétipo da Cinderela. Aos 11 anos fui ao baile e encontrei meu príncipe,minha prima me arrancou toda fantasia,jóias,enfeites...Mesmo assim a noite fiquei acordada pensando nele, Chamava-se Francisco,era bastante dentuço,mas,para mim era lindo!Segui repetindo essa história até os meus 42 anos quando a descobri,amarrei e percebi o qto era difícil sair do borralho,se saí, não sei,mas, se alguém ousar me dar uma panelinha, tabuinha,eu jogo na testa e se vou pra cozinha é só quando eu quero, prinncipalmente pra receber as amigas e papear. Adoro!kkkkk Montão de bjs e abraços de alegria

    ResponderExcluir
  21. querida amei te conhecer.. vc é linda.. sua alma transparece todinha no seu rosto;; e eu tenho o seu selo..sim.. esta meio embaixo.. vou corrigir...ok? beijão

    ResponderExcluir
  22. obaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa....
    E ganhei uma amiga maravilhosaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa. Mais uma jóia cheia de brilho, para colocar na minha caixinha de jóias.
    Ameeeeeeeiiiiiiiiiiiiiii você.
    Querida já fiz tudo que combinamos. veja se deu certo.
    E me retorne tá?
    Bjos achocolatados!
    Você é uma grande mulher!

    ResponderExcluir
  23. Caracas que belo texto menina , adorei , nem tenho mais o que disser concordo com todos aqui
    cada um tambem deu um show no comentario
    bjs
    tem um selo para vc
    http://selosmeme.blogspot.com/2010/03/obrigada-sandra.html

    ResponderExcluir
  24. ah tá! Achei que n]ão tivesse entendido, muita gente achou que era uma amiga que morreu rs... Ok então. bjd

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI O SEU CHARME EXPRESSO EM PALAVRAS